KIT2018-10-09T19:08:10+00:00

KIT RESERVATÓRIO

Armazene o futuro!

Utilizando-se de geomembranas de PEAD – Polietileno de Alta Densidade, desenvolvemos uma solução rápida e eficiente para a construção de reservatórios no solo para armazenamento de água ou efluentes. São de simples e rápida instalação que pode ser feita pelo próprio cliente, sem a necessidade de uma mão-de-obra especializada.
As geomembranas de PEAD são produzidas originalmente para suportar a agressividade química e a exposição constante às intempéries. A expectativa de vida útil é de décadas.

Procedimentos para a instalação do KIT

Seguindo a seqüência abaixo, a instalação do seu KIT Reservatório será bem simples e terá excelentes resultados sem que uma mão-de-obra especializada seja necessária.

Local correto

Procure escavar seu reservatório longe de árvores e fora da área de tráfego de pessoas e máquinas.
A localização do reservatório deve ficar o mais próximo possível da área a irrigar e da fonte de suprimento (poço, rio etc.).
Escave a área com a máxima atenção, para que as medidas fiquem rigorosamente iguais às indicadas. (Nota: o cálculo de material necessário para impermeabilizar cada reservatório, já prevê uma pequena folga, para o caso de eventuais erros de escavação. Mesmo assim, procure ser o mais preciso nas medidas).
A escavação pode ser manual (enxada) ou mecânica (máquinas).

Escavação

Primeiramente marque as dimensões internas, (comprimento, largura e profundidade) com estacas e linha. Sempre comece escavando pelas dimensões internas, nunca pelas dimensões externas.
Depois de escavar as medidas internas, com as mesmas estacas, marque as dimensões externas e passe novamente a linha.
Escave o talude unindo as dimensões externas às internas.
Após o tanque escavado, marcando com linha e usando uma régua, faça o acabamento (sintonia fina) com enxada, preparando os taludes (paredes laterais) de modo que fiquem os mais lisos que for possível (sem ondulações).

Preparo do solo

Caso fiquem pequenos buracos na parede inclinada, recomponha-os com argila.
Com uma pequena faca ou canivete, retire toda e qualquer raiz que esteja aparecendo nas laterais (taludes).
Use um socador para quebrar os torrões de barro que porventura ficaram no fundo do reservatório.

Vala de Ancoragem

Para ancoragem (fixação) da geomembrana, será necessário escavar, contornando a borda externa do reservatório (tanque), uma vala (canaleta) com 20 cm de largura e 20 cm de profundidade (20 X 20). Esta vala será escavada a uma distância de 20 a 30 cm da borda do tanque.

Quando escavar a vala, tenha cuidado em deixar a terra que foi retirada para o lado de fora (e não entre a vala e a borda do tanque), pois esta mesma terra  será recolocada após a ponta da geomembrana ser ancorada na vala escavada.

Verificação Prévia

Antes de abrir a embalagem do KIT RESERVATÓRIO certifique-se de que a escavação foi perfeita. Confira as medidas finais. Caso você encontre algum erro, terá tempo de corrigir. Se o tanque ficou mais profundo do que a medida recomendada, basta recolocar terra no fundo e compactar. Caso o comprimento e largura tenham ficado menores, sobrará material, o tanque ficará ligeiramente menor, o que não ocasionará problemas na instalação.
Se estiver tudo correto, é hora de iniciar a impermeabilização. Coloque o KIT RESERVATÓRIO no centro do fundo da área escavada e distribua o material. Primeiro abra a embalagem de modo a distribuí-lo no comprimento e depois a largura.

Instalação

Aparentemente está vindo mais material (geomembrana) do que seria necessário. Não corte este material. A geomembrana é um termoplástico que dilata durante o dia e se contrai (volta à posição) no período da noite. Não enterre na vala este aparente excesso de material. As folgas (5% na largura e 5% no comprimento) são necessárias e foram projetadas para dar vida longa à obra.
Distribua de forma homogênea esta folga, tanto no sentido do comprimento como no sentido da largura.

Revisão

Para um processo perfeito na instalação, o material deve ficar levemente enrugado com as folgas bem distribuídas.
À medida que você for distribuindo a geomembrana, é bom colocar algum peso sobre a parte que ficou na vala de ancoragem. Use sacos com areia ou terra, a cada 2 metros. Nunca use terra nesta fase do acerto, já que você precisará soltar a geomembrana neste ou naquele ponto para efetuar a perfeita distribuição do material.
Todos os quatro cantos no fundo do reservatório (encontro do fundo com as duas laterais) são os pontos de máxima atenção, onde nunca deverá ficar esticada ou tencionada a geomembrana. Tome o máximo cuidado para que sobre material nestes pontos (cantos). Um bom recurso é pegar quatro sacos (vazios) de adubo ou similar e encher até a metade com terra, deixando um saco de terra em cada um dos cantos do reservatório. Este procedimento dará a você a certeza de que ficará sobrando material nesta área do reservatório.

Complementos

É hora de começar a encher com água o seu reservatório. Retire os sacos de terra que ficaram no fundo do reservatório. Os sacos de areia ou terra que ficaram na vala de ancoragem serão retirados quando o reservatório estiver com 1/3 de água.
Se estiver tudo correto, é hora de fixar a geomembrana nas valas. Faça isso retornando a terra que foi retirada, recolocando-a nas valas, sobre a geomembrana. Depois, faça uma boa compactação da terra na vala, pode ser por pisoteio ou com um socador manual.

Finalizando

Logo após a impermeabilização, recomenda-se colocar uma cerca de arame ou tela ao redor do tanque. Além de proteger a área impedindo seu uso como piscina ou bebedouro, evitará acidentes (quedas de crianças e animais).
Para proteger melhor a área externa do reservatório, é recomendável gramar de 2 a 3 metros ao redor do tanque. Assim fazendo, você evitará a erosão do solo pela chuva.

Solicite sua cotação

Temos medidas pré-estabelecidas que podem atender sua necessidade.

Cotação